O que é marketing de afiliados? É legal esse negócio?

O que é marketing de afiliados? É legal esse tipo de negócio? É válido e correto afirmar que nos dias atuais o marketing de afiliados pode ser considerado um dos mais prósperos em nível mundial, já que é crescente o número de empresas que estão trabalhando em conjunto tendo como foco o mesmo objetivo. Com isso, trabalhar com programas de afiliados tornou-se fundamental.

 

marketing-de-afiliados-como-funciona

 

Seu modelo de negócio funciona de maneira bastante simples e tem como direcionamento a partilha de receitas sobre as vendas – já que todas as partes envolvidas têm lucro com o mesmo cliente. Isso só mostra mais claramente que tanto os publishers tanto quanto as empresas trabalham juntos para ganhar dinheiro.

 

Os formatos de vendas do Marketing de Afiliados

 

O público alvo desta parceria é monetizado com maior facilidade através de ferramentas próprias que os parceiros utilizam para que os anunciantes sempre tenham à sua disposição. Mesmo parecendo complexas, as siglas que você verá a seguir são apenas formatos de vendas. Confira:

 

  • CPC (Custo Por Clique): a sua remuneração acontece a cada vez que o link anunciado é clicado por algum usuário da rede, de acordo com os cliques que tal campanha receber.

 

  • CPA (Custo Por Ação): aqui o lucro só é obtido através de uma ação. As empresas é que vão determinar que ação os usuários devem fazer para o lucro ser obtido. Essas ações podem ser um cadastro, deposito, preenchimento de um formulário, etc.

 

  • CPL (Custo Por Lead válida): podemos dizer que o CPL é a mesma coisa que o CPA, porém a única coisa que os diferenciam é a validação de leads. No CPL o lucro só acontece se a ação for validade, e não se apenas for realizada – co–o acontece no exemplo anterior.

 

  • CPM (Custo Por Mil): bastante diferente dos outros exemplos que citamos anteriormente, este formato é usado apenas para banners de publicidade, é o valor que a empresa irá pagar a cada 1000 impressões realizadas.

 

  • CPF (Custo Por Formulário): o próprio nome já dispensa qualquer tipo de apresentação, o Custo Por Formulário nada mais é do que a ação onde o objetivo está no preenchimento de algum tipo de formulário. Os valores pagos por CPF são fixos, de acordo com normas estabelecidas.

 

  • CPV (Custo Por Venda): a base deste formato de venda é a própria venda. Lojas de e-commerce são as que mais se utilizam deste método, onde o objetivo principal é converter os usuários da rede em clientes, independentemente do nicho em que está inserido.

 

Conclusão Final

 

O marketing de afiliados vem sendo uma das grandes tendências para os próximos anos, porém, antes de tudo, é essencial que você saiba como funciona cada uma destas fórmulas que citamos acima e decidir qual delas tem mais a ver com o tipo de negócio, visando sempre, é claro, o lucro que você vai conseguir através destas ações realizadas.

 

Embora possa parecer difícil, cada formato de venda citados neste artigo são de fácil compreensão, não é necessário conhecer a fundo cada uma deles, mas é preciso saber como funcionam e quais estratégias o seu negócio vai abordar e ver se ambos estarão seguindo o mesmo objetivo estabelecido por você.

 

Dica Extra: Você gostaria de montar um negócio na internet com marketing de afiliados capaz de te gerar milhares de reais por mês? Se Sim, baixe o E-book Grátis: Como Ganhar 10 Mil Reais Por Mês Com Marketing de Afiliados.

 

Share