Dicas para vender mais com e-mail marketing

Como vender mais com e-mail marketing? O e-mail marketing é uma das ferramentas que possibilita chances altíssimas de ganho. Entendê-lo requer um pouco de dedicação, porém o esforço vale a pena. É preciso ter em mente que são várias as etapas que compõem uma campanha que utiliza o e-mail marketing.

 vender-mais-com-e-mail-marketing

Quem imagina que o e-mail marketing obedece um fluxo linear, engana-se. A etapa de análise e mensuração de resultados, onde muitos acreditam ser o encerramento de uma campanha, na verdade, pode ser apenas o processo inicial de uma nova ação baseada nas informações adquiridas com os resultados.

 

Como vender mais com e-mail marketing e Quais são seus ciclos?

 

Para vender mais com e-mail marketing tudo vai depender de como são realizadas as estratégias em cada uma das etapas do ciclo da campanha, que são divididas da seguinte maneira:

  • Boas práticas;
  • Template otimizado;
  • Base de contatos;
  • Segmentação;
  • Envio;
  • Mensuração.

 

1. Boas práticas

 

Aqui é onde tudo se inicia. Entenda as boas práticas como um conceito que engloba a relação da empresa com o cliente. Os elementos que caracterizam as boas práticas são:

  • Ética;
  • Marketing de permissão;
  • Relacionamento;
  • Experiência do usuário.

 

Esse estágio pode ser resumido em poucas palavras, como “permissão”, “autorização” e “consentimento”. Tecnicamente, a permissão também é conhecida como opt-in. Com a autorização do destinatário, o remetente pode enviar uma campanha de e-mail marketing.

 

2. Template otimizado

 

Até mesmo a arte gráfica oferece muito conteúdo. Pensando nisso, existe o template otimizado, que é uma peça gráfica utilizada para enviar a mensagem de e-mail marketing. Saber como utilizar essa ferramenta possibilita aumentar o número de leitores que passarão a se engajar na campanha realizada.

 

3. Base de Contatos

 

Ter uma boa base de contatos é importante para que as estratégias de relacionamento sejam efetivas. É imprescindível que a base seja composta apenas por contatos opt-in ou soft opt-in. Para que a segmentação seja bem realizada é preciso que se tenha o máximo de informações no banco de dados, a fim de saber direcionar as campanhas de e-mail marketing.

 

4. Segmentação

 

Um dos principais erros da massificação de e-mails comerciais é a falta de relevância do conteúdo. Esse tipo de situação gera os seguintes desconfortos:

  • Usuários descontentes;
  • Baixo retorno pelo investimento aplicado;
  • Taxas elevadas de opt-out e reports de spam;
  • Dano à reputação.

 

Saber trabalhar com a tendência de interesse de cada destinatário possibilita entendê-lo e, assim, novas estratégias podem ser elaboradas para satisfazê-lo. Para tanto, avaliar o histórico de relacionamento com eles é importante. Isso pode ser feito com as mensagens de e-mail marketing anteriores, que dão pistas de quais são seus interesses.

 

5. Envio

 

É preciso ter a preocupação com a qualidade da entrega das mensagens. Essa preocupação é que possibilita saber qual o grau de reputação que a empresa possui perante seu destinatário. Além disso, o grau de receptividade das mensagens determinará o bom ou mau relacionamento entre empresa e cliente.

 

6. Mensuração

 

No e-mail marketing é possível realizar um acompanhamento em tempo real. O relatório é a visão da empresa mediante seus prospectos, e o impacto que essa ação pode causar sobre a empresa em relação ao seu potencial cliente.

 

Acesse Aqui 3 Ferramentas De E-mail Marketing Gratuitas

 

 

Share